sábado, 6 de julho de 2013

Um Gato de Rua Chamado Bob: Livro ocupa a lista dos mais vendidos a 4 semanas

Por Kariny Sacht

Um gato de rua chamado Bob, lançamento da editora Novo Conceito, já ocupa a lista de mais vendidos, na categoria não-ficção, no Brasil,  há pelo menos quatro semanas, segundo os rankings das revistas Veja e Época e do site Publishnews, especializado em notícias do mercado editorial. O sucesso da história real sobre a amizade entre um gato e um aspirante a músico, morador de rua e viciado em drogas, virou best seller mundial e foi publicado em 34 países. Na Inglaterra, onde a história acontece, ficou 32 semanas no topo da lista de mais vendidos do The London Timespor.




Hollywood também já está de olho na história. Os mesmos produtores de Marley & Eu, outro fenômeno de vendas, começaram as negociações para levar as aventuras e desventuras de Bob e de James Bowen, seu improvável pai adotivo, à telona.
O livro, escrito por James Bowen como uma espécie de exorcismo dos seus tempos de junkie, conta a história da amizade nascida entre ele e um gato de rua que o rapaz encontrou próximo ao alojamento para dependentes químicos onde vivia. Após três anos dormindo nas esquinas de Londres e no fundo do poço por conta do vício em heroína, Bowen, que tem um histórico familiar de desajuste e foi diagnosticado com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade), achou um gato laranja machucado, passou a cuidar do bichano e o batizou de Bob, em homenagem a um personagem de TwinPeaks (David Lynch). A partir da convivência com o gato, Bowen sentiu-se responsável por outro ser vivo, e assim encontrou energia para enfrentar o tratamento de reabilitação. Atualmente, graças a Bob e a reviravolta em sua vida por conta do livro, o autor está longe das drogas.
Fica a dica de leitura para os amantes de gatos e para quem gosta de histórias edificantes e de superação.

Nenhum comentário: