sábado, 6 de julho de 2013

Seu gato bebe água suficiente?

Por Kariny Sacht (Sou Ninguém De Importância)

A água é a base de toda a vida animal. Um gato consegue sobreviver durante muito mais tempo sem qualquer alimento do que sem beber, ao contrário do que a sua reputação de 'fraco bebedor' poderia fazer crer. Esta reputação remonta às suas origens como animal do deserto, pelo que ainda hoje consegue 'economizar' água, através de uma concentração elevada da urina. Contudo, uma concentração urinária excessivamente elevada aumenta o risco de precipitação de cristais e formação de cálculos urinários. Por isso é importante incentivar o gato a beber água.




O consumo de água tem como objetivo compensar as perdas hídricas, que podem ser de diversas naturezas:
- perdas salivares e respiratórias (pouco significativas);
- perdas fecais, que dependem do grau de digestibilidade do alimento (quanto menos digerível for, maiores serão as perdas);
- perdas urinárias.
Um gato que viva em condições climáticas temperadas requer aproximadamente 40 a 60ml/kg/dia de água. No entanto, estas necessidades podem aumentar por razões de ordem fisiológica ou patológica (lactação, diarreia, vómito, etc.).
O gato dispõe de duas fontes de água: a água que bebe e o teor hídrico do alimento. Se consumir alimentos húmidos, que contêm em média 80% de água, o gato bebe menos, uma vez que o alimento já lhe vai fornecer uma boa parte das suas necessidades diárias. Pelo contrário, se consumir alimentos secos, de forma geral bebe mais, um volume equivalente ao dobro do peso dos croquetes ingeridos, ou seja, 100ml de água por 50g/croquetes/dia. Um gato ao qual sejam regularmente administrados alimentos secos adapta bem o consumo natural de água às suas necessidades.
Sabia que o ritmo de consumo de água é idêntico ao da ingestão alimentar? O gato bebe com a mesma frequência com que come, ou seja, em média 10 a 20 vezes por dia, ainda que apenas ingira 5 a 10ml de água de cada vez.
Quanto mais o gato beber, maior é a diluição da sua urina e, por consequência, menor será o risco de formação de cálculos urinários.
Conselhos úteis para incentivar o consumo de água:
- Mantenha sempre água limpa e fresca à disposição do seu gato. O gato é muito sensível à higiene do bebedouro. Para favorecer o consumo, deve colocar-se a água à disposição do animal num recipiente de vidro, porcelana ou inox (evitar o plástico porque fixa os odores) e proceder à sua renovação duas vezes por dia, sobretudo em épocas de maior de calor.
- Multiplique os pontos de água disponíveis no território do gato.
- Faça cubos de gelo aromatizados e coloque-os no bebedouro juntamente com a água. Para este efeito poderá utilizar, por exemplo, uma pequena porção de um caldo de carne.
- Tenha em conta determinadas preferências individuais; por exemplo, alguns gatos preferem beber água corrente.
- Alguns alimentos secos contêm um ligeiro aumento do teor de sal para estimular o consumo espontâneo de água. Esta medida não tem qualquer influência sobre a pressão arterial, nem sobre a função renal de um gato saudável.

Nenhum comentário: