segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Dezenas de gatos vivem em casa abandonada no Centro de Londrina

Por Kariny Sacht (Sou Ninguém De Importância)


Uma casa antiga que está vazia na Rua Paraíba, na área central de Londrina, está abringando cerca de 60 gatos. O imóvel estaria apenas aguardando um documento da prefeitura para ser demolido.
A denúncia foi publicada no site da Agência de Notícias dos Direitos dos Animais (Anda)  e afirma que seis gatos dessa casa já foram resgatados pela advogada Camila Dutra, sensibilizada com a situação dos animais, e que três deles já teriam sido castrados. Os demais seriam filhotes e todos eles estão à disposição para adoção.
Uma clínica veterinária de Londrina estaria disposta a realizar as castrações de graça. No entanto, é preciso de ração e tutores para os animais que estão sendo resgatados. Há denúncias de que alguns dos gatos já teriam sido mortos por envenenamento.
Em uma visita neste final de semana ao imóvel, foi detectado que nasceram mais filhotes na casa, sendo que há um gato com a pata quebrada há algum tempo. Os animais resgatados estão sendo pegos através de armadilhas. Porém, há dificuldades para entrar no imóvel para aoimentar e resgatar os animais, uma vez que o portão está fechado, obrigando as pessoas a pularem o muro.

Segundo relato da Camila Dutra, a maioria dos gatos tem se apresentado arisca. Os animais estão sendo castrados e levados para um sítio, onde há um cuidador que dá ração. Já os animais menores e mais sociáveis, estão se recuperando na casa da advogada e necessitam de uma adoção urgente.
Os interessados em adotar os gatos ou ajudar com doação de ração podem entrar em contato pelo facebook na comunidade "Gatinhos da Rua Paraíba - Londrina", na página da advogada Camila Dutra ou pelo email dcamila@gmail.com.

Dezenas de gatos vivem em casa abandonada no Centro de Londrina - divulgação
Cerca de 60 gatos estão abandonados em uma casa vazia da Rua Paraíba, na área central de Londrina



Divulgação
Dezenas de gatos vivem em casa abandonada no Centro de Londrina - divulgação
Os animais estão sendo recolhidos através de
armadilhas, castrados e colocados para adoção